A verdadeira Primeira Guerra Mundial – Homens x Mulheres

A guerra dos sexos dá pano para a manga publicitária há tempos. Vemos homens versus mulheres em comerciais de cerveja, carro, perfume… Continuar lendo

Anúncios

Assassinato da Língua Portuguesa em legítima defesa

Erros de português são imperdoáveis quando cometidos por comunicadores, certo? Errado. Há chances de o redator publicitário ser perdoado.

O “assassinato” da língua portuguesa pode ser cometido no caso de legítima defesa por esse profissional. Como assim? Continuar lendo

Nada se cria, tudo se adapta

Marcel Duchamp trouxe às artes plásticas e à intertextualidade o ready-made (o já pronto), que consiste em deslocar o contexto original de um objeto e atribuir-lhe um novo sentido, um novo significado.

O discurso publicitário se apoderou do conceito desse processo criativo associativo, pois o ready-made possibilita editar informações do repertório cultural da sociedade, facilitando a compreensão do discurso. Continuar lendo